24 de abril de 2009

axila revoltada.

Vimos por meio desta reivindicar direitos e deveres iguais à equipe deste blog e dizer que parece que eu passo o dia tomando sol no parque, mas nãããão, eu sou uma trabalhadora braçal - que ganha pra tomar sol no parque, é verdade... (mas também não precisa escravizar ow!!!). Em suma, minhas axilas ficarão mudas até vocês que são brancos se entenderem e voltarem a postar mais regularmente. Nem o muso absoluto David Beckham/Coelhinho da Páscoa vai dar o ar de seu suvaco aqui (via moá) se vocês não colocarem suas axilas preguiçosas pra escrever. Hmmmmf. E tenho dito. Aproveito o espaço para pedir para você, leitor(a), dar uma bifa na orelha de Karenin, Pachá e Crisz mandando eles botarem as pelancas do braço pra funcionar. Agradicida.

É isso, estamos em:

Porque a nossa axila é fina até na hora da rebeldia.

Um comentário:

Ocorreu um erro neste gadget